terça-feira, setembro 05, 2006

inbox



De todas as caixas que me despertam real interesse diario, confesso que nenhuma compara-se com aquele que nao tem um formato geometrico. Ela nao tem peso e o seu espa�o nao � em m?, cm? ou outro qualquer. Nao tem fechadura nem cadeado, mas abre-se com um c�digo.
Desloca-se para qualquer parte do mundo sem fazer-me peso e posso abri-la em qualquer casa, escrit�rio, biblioteca, jardins e agora ate em aeroportos.
Acho que j� nao vivo sem ti, minha querida caixa.
De todas as caixas que me despertam real interesse diario, confesso que nenhuma compara-se com a "caixa electr�nica" do meu e-mail.


3 comentários:

Anónimo disse...

Pas de comentaire!

Gindungo

Daniela Mann disse...

Ol� meu querido, n?o podia estar mais de acordo contigo, principalmente depois desta explos?o de carinho que me foram deixando no amar-ela durante as minhas f�rias.
Um abra�o apertadinho da Daniela e obrigada por nunca deixares de me ler

Mankakoso disse...

Kom�, m�s kambas? Enkalharam? Vamu l� bumbar na br�gue!
Kandandu