terça-feira, fevereiro 26, 2008

personagens dos meus dias V

da janela traseira do carro observava seus movimentos, hora para trás hora para frente, na tentativa de alcançar seu objectivo. de dentro para fora e vice versa a diferença de temperatura era visível e o suor que corria em fileiras pela sua face provava isso mesmo.
entre a enorme fileira de carros parados, porque no rocha pinto é assim mesmo(!!!), baixei o vidro e com sua t-shirt branca do Hard Rock Café México City aproximou-se. de olhos claros, cheirava a suor e tinha feições muito parecidas com as do sofrimento ao mesmo tempo que descolava dos lábios um inexplicável sorriso de felicidade, talvez por notar que tinha alcançado seu objectivo ou quem sabe simplesmente pelo facto de estar vivo.

dá-me uma Sagiko, disse-lhe.
no enorme saco transparente que transportava pós a mão e entre os pedaços de gelo, garrafas de agua e latas de coca cola lá puxou a minha Sagiko que veio acompanhada da frase:
são 80 Kz cota.

troca feita e já de vidro fechado, interroguei-me se era realmente a sede que me fez ter aquele gesto ou se fora a vontade de olhar o sofrimento de perto por alguns segundos.

7 comentários:

Val Du disse...

Dizem alguns que, é no sofrimento que nós somos aprimorados.
Como? Se muitos já nascem em meio ao sofrimento, então como irão se aprimorar? Aprimorar o quê?
Esses só lutam para manter a vida.
Alguns até conseguem ter alegria; enquanto que outros: vivem mergulhados na tristeza e revolta.

Bom seria se as pessoas ficassem indignadas com o sofrimento dos que verdadeiramente sofrem, mas isso não é o que acontece. A maioria das pessoas estão pouco se importando p/ o sofrimento alheio; e muitas ainda chegam ao cúmulo de achar que: os que sofrem, sofrem porque merecem.

Beijos

carmela disse...

O sofrimento. Nessa altura da vida o ser humano deveria estar evoluido de maneira tal,para não causar mais sofrimentos aos seus semelhantes.
Passam-se os séculos, os anos, os dias e o bendito ser não melhora, não incrível.
Somos bem ruinzinhos, não acha?

maria disse...

E sabem o que é que me deixa mais fula da vida!
É saber que, os que podem evitar o sofrimento dos outros, não fazem nada, ou melhor, pioram tudo.
Os líderes de toda espécie, esses só pioram tudo p/ o povo.

bjus

odilla disse...

Viver é só sofrimento para alguns; enquanto que outros: vivem do lucro desse sofrer.
É o nosso mundo.

Lis disse...

A vida às vezes é mesmo uma merda!

Lis disse...

Ups. Desculpa. Saiu-me.

ziza disse...

O sofrimento está aí, mas a vida pode e deve ser melhor. Depende de nós.

Salucombo: teu blog é muito SHOW!