quinta-feira, março 08, 2007

motivo de uma "longa" ausência

algumas semanas atrás alcancei o objectivo que me trouxe para a europa. assim, decidi regressar a terra. tenho tudo tratado com excepção do visto de entrada em portugal, já que o de estudo caducou faz algum tempo, mas como os voos europeus os passageiros agora não passam pelo controlo de passaportes, decidi arriscar. na agência a sr.ª me diz que só no verão há voos directos para portugal, a opção seria via roma. aceito a opção e pago o bilhete.
sai de malta sábado (24) as 10h:45 para roma. já na capital italiana, sigo a seta que diz transfer, ate que me deparo com um controle de passaportes! avanço e o homem diz-me que não posso seguir para portugal, porque os vistos estão caducados tanto o de estudo como o schengen. pede-me para acompanha-lo ate ao posto da polícia. depois de algum tempo aparece outro agente que me pede para acompanha-lo ate um outro ponto e me diz para aguardar. muito tempo depois (já passavam das 22h), sai uma mulher e diz que só amanha teria mais informações. estou no bloco c do aeroporto e procuro um banco para dormir. foi neste momento, que decidi começar a escrever.
não sei o que me vai acontecer, mas a calma exterior que transmito contrasta com o pânico exterior. como e deito-me no banco.

já é domingo, tomo o pequeno-almoço e regresso para o ponto de espera onde encontro outras pessoas (parecem-me da américa latina, falam em espanhol). passei toda manha andar pelo bloco c, entre lojas de revistas e um café onde podia ver as noticias.
por volta das 15h estava em frente a loja de bebidas e tabaco, quando a menina me oferece dois chocolates. agradeço, como um e o outro vai para o bolso do casaco. com sorriso e brilho nos lábios pergunta-me o que se passa e que idade tenho. respondo meio constrangido ao que se segue dois beijos e um desejo de boa sorte por parte dela, respondi com um ate já, porque não sei quanto tempo tenho aqui. dela, apenas sei que trabalha na loja de perfumes e que tem um sorriso fenomenal! não sei porque, mas apetece-me dar-lhe um nome; Sílvia, esta escolhido.

domingo 26, por volta das 14h:15 oiço a chamarem o meu nome, para me dirigir ao posto da polícia. o detective a civil com cara de desconfiado como aqueles dos filmes. follow me, disse-me e em andamento dizia-me que me vão mandar de volta para malta. em poucos minutos estava sentado no avião da air malta que me levara de volta a ilha.
não fui mal tratado, mas sinto-me como um prisioneiro. o passaporte foi entregue a comandante da aeronave, mas disse-me a hospedeira simpática que me será devolvido em solo maltes. o pressentimento de que mais problemas se aproximam não me larga, no entanto nada tenho a fazer, daqui a 1 hora e meia já saberei o que me espera e quais as possibilidades de resolver o problema. no avião, eu e um grupo de jovens italianos muito alegres.
ate já.

continua...

6 comentários:

Koluki disse...

Bolas! Isso e' que e' aventura! Mas com as tuas calmas, vais continuar a conquistar sorrisos simpaticos e tenho a certeza que tudo se resolvera' a bem.
Vai dizendo como e' que as coisas vao e, seja quando for, bom regresso!

JotaCê Carranca disse...

... e fico eu aqui a aguardar a continuação com ansiedade.
Conta tudo, pá!
Um abraço

africamente disse...

Um novo espaço de encontros e amizades , com videochat, mapas, blogs, albuns de fotos, videoteca, música e noticias sobre Africa! www.africamente.com

Mankakoso disse...

Aka! Manu Salukas! Andava te xtranhár na sua auzência da minha brógue, áfnár andavas em konkomitancias voadoras?
Tenhas karma,mô kamba, tenhas karma, ke todas as suas makas vão se rezolvere. Malembe malembe...
Um kandandu pra vucê e apareças na minha brógue pra tomar uma kukas a xtalár prukiê para ires lá não precisas se mêtêre na avião!
Kunforme xtou, xtive!

Salucombo_Jr. disse...

koluki,
agora posso já posso afirmar que vou manter a informação em dia e o regresso apesar de começar assim, terminou bem.

jotacê,
assim farei, assim farei.

africamente,
grato pela nova informação

mankakoso,
é verdade temos mesmo que combinar uma sentada pá.

um abraço a todos.

Denudado disse...

Salucombo, tiveste um controlo de passaportes à chegada a Roma, porque Malta não faz parte do Espaço Schengen; como sabes, nem todos os países da União Europeia pertencem a este espaço. Malta não pertence porque aderiu à UE ainda há pouco tempo e, provavelmente, não pertencerá tão cedo, porque fica muito perto da costa do Norte de África. Ao chegares a Roma, chegaste à "fronteira" Schengen. A UE tem destas coisas que não se entendem muito bem.

De resto, fico aqui torcendo para que a tua bagagem apareça intacta e que finalmente consigas chegar a Luanda, qualquer que seja a rota que tomares. O que é preciso é calma, como diz o Pedro Abrunhosa, ou como diz o nosso kamba Mankakas: malembe, meu caro, malembe.