sexta-feira, abril 11, 2008

é bom voltar

a febre era alta, bastante alta mesmo! os olhos quase que não viam lugar algum, respiração tremida e as vozes do longe traziam-me palavras incompletas, o corpo esforçava-se em vão por um movimento que me pusesse em pé, a mente ainda que tentou ordenar os dedos que se recusavam mexer por qualquer custo, para logo a seguir a sensação de algo que me foi pregado ao braço transformar-se numa escuridão silenciosa.

...

ainda trémulos, os dedos estranham o teclado e vice-versa. parecem amigos de longa data separados por longa data e hoje, felizes pelo reencontro já não se querem separar.

...

o sol já se mostra e os raios ferem minhas tímidas vistas, como se um de nós ausentou-se por algum tempo, prefiro não perguntar quem com medo que a resposta desagrade a um dos dois. mantenho-me mudo e penso no outro amigo que me fez falta, hoje já não lhe poderei dizer olá mas amanhã sem falta vou dar bom dia ao mar.

3 comentários:

Val Du disse...

Bem-vindo seja! Ngoi Salucombo Jr.
Desejo muita saúde para você.

Um beijo

odilla disse...

Opa! Estavas doente?
Bom retorno e muita saúde!

Djabal disse...

Melhoras meu caro. Muita saúde. Abraços.